notify@childrensermons.com

O Semáforo de Deus

Post 34 of 525

Texto: Jonas 1:2; Marcos 5:19; Isaías 40:31

traffic signal

 

 

 

 

Material: Imagem de um semáforo

Resumo: Devemos ouvir a Deus em nossas orações para saber quando devemos seguir em frente, parar ou proceder com cuidado.

Olhem para esta imagem do semáforo. O que cada uma dessas cores significa quando estamos andando de carro? Vermelho significa pare. Verde significa siga. Amarelo significa acelere para poder passar, certo? (riso). Não, significa que devemos ter cuidado. Cuidado significa que devemos reduzir a velocidade e deixar o cruzamento livre.

Hoje quero falar com vocês sobre aprender a entender o que Deus quer que vocês façam. Para descobrir o que Deus quer que façamos, devemos passar nosso tempo estudando a Bíblia e também rezando. Nesse tempo que passamos rezando, estamos escutando Deus falar com nossos corações para sabermos o que devemos fazer. Às vezes ouvir a Deus é como olhar para este semáforo. Vejamos alguns exemplos da Bíblia.

(Leia Jonas 1:2). Deus disse para Jonas Vá depressa à grande cidade de Nínive. Claramente Ele estava dizendo para Jonas ir fazer algo, para tomar alguma atitude. Às vezes, quando rezamos, Deus faz com que saibamos que é hora de ir em frente e agir.

(Leia Marcos 5:19). Depois de ser curado, o homem possuído queria ficar com Jesus. Mas Jesus disse não, disse para ele parar, que era importante ficar em casa e contar aos amigos dele sobre Jesus. Às vezes pensamos que sabemos o que é certo, mas Deus nos diz para pararmos e fazermos algo completamente diferente, que nunca teríamos feito por conta própria.

(Leia Isaías 40:31). Este versículo significa que às vezes Deus quer que nos contenhamos, tendo cuidado e esperando que Ele aja primeiro. Devemos submeter nossa vontade à Dele e esperar pacientemente até que Ele nos diga o que fazer em seguida. Isso nos dará tempo para renovarmos nossas forças para aquilo que Deus tem planejado. Vamos aprender a ouvir a Deus quando rezamos para sabermos o que devemos fazer.

©1998 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.

This article was written by Jim

Menu