notify@childrensermons.com

Um Escravo Para Todos

Post 126 of 525

Naquela hora Jesus, exultando no Espírito Santo, disse: Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondestes estas coisas dos sábios e cultos e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, pois assim foi do teu agrado. – Lucas 10:21

Texto: 1 Coríntios 9:16-23

Material: uma foto de um camaleão

chameleonResumo: Nós devemos ser altruístas ao propagar o evangelho para levar mais pessoas a Cristo.

Olhem para esta foto de um camaleão. Este réptil é um lagarto escamoso que pode mudar a cor da pele para se misturar com o ambiente em que ele está. A lição de hoje é sobre o apóstolo Paulo e sobre como ele se tornou semelhante às outras pessoas para compartilhar as boas novas do Senhor Jesus com elas.

Leia o texto 1 Coríntios 9:16-23.

O apóstolo Paulo sabia uma coisa sobre o comportamento humano: as pessoas gostam de outras pessoas que são parecidas com elas. Mesmo no cenário moderno de vendas, os vendedores aprendem a prestar atenção na pessoa para quem eles estão tentando vender e a se tornar um espelho do modo como a pessoa senta e fala para ficar mais fácil daquela pessoa gostar deles. Então se o potencial cliente (a pessoa para quem o vendedor está tentando vender) fala em um tom baixo, o vendedor também fala em um tom baixo. Se o potencial cliente se inclina para a frente, o vendedor também se inclina para a frente. Tudo isso é para se tornar mais agradável porque as pessoas compram de pessoas que elas gostam.

O apóstolo Paulo falou sobre Jesus para muitas pessoas diferentes. Ele decidiu que se tornaria um servo, ou um escravo, de todas as pessoas que ele encontrasse. Isso foi para que elas o ouvissem quando ele falasse sobre Jesus. Então para os judeus, ele falou sobre a Lei e sobre como Jesus veio para exercer essa Lei; para aqueles que não entendiam as Leis de Moisés, ele falou de um modo que eles pudessem entender o que Deus precisava que eles soubessem sobre Jesus. Para aqueles que eram fracos, ele se tornou uma pessoa fraca para que eles pudessem se identificar com o que ele estava dizendo sobre Jesus. Ele era como um camaleão, capaz de se misturar com todas as pessoas que encontrava. Ele fez tudo isso para que alguns pudessem ser salvos ouvindo as boas novas de Jesus Cristo.

Paulo sabia que teria uma recompensa eterna no céu por cumprir a missão que havia recebido. Embora tivesse o direito de ser pago por ser um pregador, ele não pediu para ser pago. Ele espalhou as boas novas sem cobrar absolutamente nada. Paulo adorava contar aos outros sobre o Senhor Jesus. Para ele a recompensa eram as pessoas que se tornavam cristãs por ouvir as boas novas. Ele se tornou um escravo de todos para levar mais pessoas a Jesus.

Paulo nos dá um grande exemplo a ser seguido. Não se trata de nós. Trata-se de Jesus. Nós devemos nos retirar do caminho e deixar Deus nos usar como instrumento para contarmos às outras pessoas sobre o Senhor Jesus. Nem todos a quem contarmos acreditarão, mas essa não é a nossa missão. Nossa missão é contar e deixar a salvação deles nas mãos de Jesus.

Oremos. Querido Senhor Jesus, dê-me o desejo de contar aos outros sobre você. Amém.

©2009 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.

This article was written by Jim

-->
Menu