notify@childrensermons.com

Bode expiatório

Post 129 of 525

Como o Oriente está longe do Ocidente, assim ele afasta para longe de nós as nossas transgressões. – Salmo 103:12

Text: Levítico 16:8; Levítico 16:21-22; Isaías 53:6

Material: a imagem de um bode expiatório.

Resumo: O bode expiatório é explicado como uma imagem de Jesus removendo nossos pecados.

Eu quero contar uma história para explicar o que o termo “bode expiatório” significa.
Um dia todas as crianças do jardim de infância estavam agrupadas ao redor de uma bacia de biscoitos, tentando pegar um biscoito. Alguém derrubou a bacia. As crianças correram para se afastar quando ela caiu no chão e quebrou. A professora ouviu o barulho alto e quando foi até ali encontrou os pedaços de biscoito espalhados e o vidro quebrado no chão. “Quem foi o responsável por isso?” ela perguntou. Ninguém disse nada. Todos se sentiram culpados já que todos estavam perto da bacia quando ela caiu. Mas ninguém sabia quem culpar. “Au au!” latiu Spot, o mascote da escola. “Ah, então você sabe quem foi o responsável?” a professora perguntou ao cachorro. “Bem, já que ninguém quer levar a culpa acho que você vai ter que ser o bode expiatório e vai levar a culpa no lugar de todos eles”, ela explicou. “Agora você vai ser levado para o jardim e não vai poder voltar para a sala!”

The Scapegoat by William Holman Hunt, 1854, provided courtesy of CGFA.

The Scapegoat (O Bode Expiatório) por William Holman Hunt, 1854, cortesia da CGFA.

Então com essa história aprendemos que um bode expiatório é alguém que leva a culpa pelos outros. Enquanto os filhos de Israel estavam vagando pelo deserto, Deus disse que eles deveriam ter um dia especial a cada ano chamado Dia da Expiação (Yom Kipur). Naquele dia, o sacerdote faria um sacrifício especial pelo pecado de todas as pessoas. Como parte do sacrifício, ele pegaria dois bodes, um que seria morto para o Senhor, e um que seria mantido vivo para o bode expiatório.*

(Leia Levítico 16:8; Levítico 16:21-22.)

O sacerdote colocaria as duas mãos no bode expiatório e diria uma prece. Essa prece era uma confissão dos pecados, por tudo o que as pessoas fizeram de errado no ano anterior. Quando ele fazia aquela prece, ele estava pedindo que Deus colocasse toda a culpa dos pecados deles no bode. Então levavam o bode até o deserto e ele era deixado ali, sem que pudesse voltar para o campo dos israelitas. Esse era o jeito de Deus dizer que ele nunca mais os consideraria responsáveis por aquelas coisas erradas que eles tinham feito. Eles podiam ver que seus pecados, agora transmitidos para o bode, estavam sendo removidos deles.

Vejam a distância entre as minhas mãos. [Abra os seus braços e deixe-os esticados.) Eu quero que vocês imaginem que meus braços pudessem se esticar para fora das janelas e ir tão longe que vocês não poderiam mais ver minhas mãos. A Bíblia diz que Deus removeu nossos pecados numa distância tão grande quanto o Oriente está longe do Ocidente. Essa é uma distância muito, muito grande. Jesus levou embora todos os nossos pecados (ou a maldade em nós) quando ele morreu na cruz por nós. A Bíblia diz em Isaías 53:6, Todos nós, tal qual ovelhas, nos desviamos, cada um de nós se voltou para o seu próprio caminho; e o Senhor fez cair sobre ele a iniquidade de todos nós. Jesus levou a culpa por todos nós. Ele leva embora os pecados de todos que o buscam através da Fé e que acreditam nele como Salvador.

Oremos: Querido Senhor Jesus, me desculpe por fazer coisas ruins às vezes. Obrigado por levar meus pecados embora. Ajude-me a ser seu filho. Amém.

* Para Azazel, que significa bode que parte. O bode oferecido como uma oferta ao pecado é uma imagem do Cristo ainda por vir. Ele foi sacrificado como uma oferta ao pecado e então queimado fora do acampamento; Jesus foi crucificado pelos pecados do mundo fora dos portões de Jerusalém. De forma parecida, o bode expiatório é uma imagem de Jesus removendo nossos pecados.

©2001 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.

This article was written by Jim

-->
Menu