notify@childrensermons.com

Vizinho Samaritano

Post 130 of 525

Citação: “Eu tenho um sonho de que um dia, esta nação se erguerá e viverá o verdadeiro significado de seus princípios: ‘Achamos que estas verdades são evidentes por elas mesmas, que todos os homens são criados iguais’. (…) Eu tenho um sonho de que meus quatro filhinhos, um dia, viverão numa nação onde não serão julgados pela cor de sua pele e sim pelo conteúdo de seu caráter.” – Martin Luther King Jr., na Marcha pelos direitos civis, dia 28 de agosto de 1963, em Washington.

Texto: Lucas 10:25-37; Atos 10:28; Atos 10:34-35

Material: fotos de pessoas de diferentes raças retiradas de revistas ou outras fontes, ou uma imagem de Martin Luther King Jr.

Resumo: A história do Bom Samaritano nos ensina a tratar todas as pessoas como se fossem próximas de nós (ou vizinhas).

African girlVejam estas fotos que eu trouxe hoje. Cada uma dessas garotinhas é de uma raça diferente. Elas são asiáticas e africanas. A lição de hoje nos ensina a tratar todas as pessoas como se fossem próximas de nós. Vocês já ouviram alguém dizer “Ele é um Bom Samaritano”, querendo dizer que a pessoa se importava com os outros? Essa expressão vem de uma história que Jesus contou certa vez.

Um professor que ensinava as leis de Deus fez uma pergunta complicada: o que preciso fazer para herdar a vida eterna? Jesus respondeu perguntando o que ele achava que a Bíblia ensinava. O professor disse que deveríamos amar a Deus e ao próximo. (ver Deut. 6:5 and Lev. 19:18) Jesus disse que ele estava certo. Mas o professor, querendo provar que era uma boa pessoa, perguntou quem é o meu próximo?

(Leia Lucas 10:30-37) Os sacerdotes e levitas eram líderes religiosos. Eles mostravam às pessoas como louvar e ensinavam as leis de Deus. Mas que mau exemplo esses líderes religiosos deram nesta história, porque eles se achavam bons demais para se envolverem com um homem que foi espancado e roubado. Eles seguiam as leis com tanto rigor que se esqueceram de um ponto essencial delas, que era ter misericórdia. Eles pensaram que ficariam “sujos” se tocassem os ferimentos do homem, então mantiveram distância dele e ignoraram suas necessidades.

Indian girlJesus deve ter surpreendido os ouvintes desta história quando revelou que o samaritano era o herói. Os israelitas odiavam os samaritanos. Eles eram de uma raça diferente (de israelitas casados com canaanitas). Os israelitas menosprezavam os samaritanos. Sentiam desprezo por eles e nem falavam com eles nas ruas. (Atos 10:28) Se aprendermos a odiar pessoas por serem diferentes de nós, isso quer dizer que julgamos ser melhores por causa da nossa raça. Isso se chama racismo. Jesus ensinou que isso é errado. Os professores devem ter ficado bravos ao ouvir Jesus colocar alguém que eles odiavam como o “mocinho” da história.

O samaritano não achava que ele era melhor do que os outros. Não pensava que era bom demais para ajudar. Ele demonstrou compaixão ao estranho ferido e o tratou como um vizinho, como alguém próximo dele. Isso demonstra como Jesus virava os conceitos do mundo de cabeça para baixo. Ele ensina a amar nossos inimigos, a amar todas as pessoas, não só aquelas que se parecem conosco e pensam de forma semelhante.

Alguns anos depois, o discípulo Pedro finalmente entendeu o que Jesus estava tentando ensinar. (Leia Atos 10:34-35) Quando Pedro disse que Deus não trata as pessoas com parcialidade ele quis dizer que Deus não trata uma pessoa melhor do que a outra. Deus não liga para raças. Nós devemos não só estar dispostos a ajudar quem precisa, mas também a aprender a amar todas as pessoas como Deus ama.

©2000 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.

This article was written by Jim

-->
Menu