notify@childrensermons.com

O Juramento de Pedro

Post 141 of 525

Texto: Mateus 16:13-17

Material: bandeira nacional ou bandeira da igreja

Resumo: Pedro confessou acreditar que Jesus era o Filho de Deus.

Quantos de vocês conhecem o juramento de lealdade? Nos Estados Unidos eles se colocam de pé para recitá-lo no começo do dia escolar. Quando fazemos um juramento, estamos prometendo fazer algo. Quando juramos lealdade, prometemos defender algo a todo custo. Para estarmos dispostos a fazer isso, devemos realmente acreditar que o que estamos defendendo é verdadeiro. Muitos patriotas deram suas vidas (o maior sacrifício) pelo que a bandeira dos Estados Unidos representa. Conforme a celebração do Dia da Independência se aproxima (4 de julho), isso me lembra do momento em que Pedro defendeu Jesus. Algumas pessoas apenas lembram que Pedro negou Jesus. Eu quero contar a vocês sobre a vez em que Pedro jurou lealdade a Jesus.

Jesus estava em uma viagem para uma área isolada. Cesareia de Filipe fica na fronteira ao extremo norte da Palestina. Talvez os discípulos estivessem em retiro para relaxar e refletir sobre todos os milagres que Jesus havia realizado. Jesus perguntou a eles quem as pessoas achavam que ele era. Os discípulos responderam que as pessoas achavam que ele era um grande profeta de Deus.

Isso era verdade. Jesus era um grande profeta. Então Jesus perguntou aos discípulos diretamente, Quem vocês dizem que eu sou? Essa é a maior pergunta que pode ser feita para nós. O que devemos pensar de Jesus? Como vamos responder a essa pergunta? A maneira com que respondemos essa pergunta vai determinar onde passamos a eternidade (no céu ou no inferno).

(Leia Mateus 16:16)

Pedro se levantou para jurar lealdade a Jesus. Ele acreditava que Jesus era o Filho de Deus, o Cristo (ou o Ungido). Jesus disse que o Pai Eterno tinha revelado isso a Pedro. O Pai Eterno mostra quem é Jesus para cada um de nós. Se acreditarmos que Jesus era um homem sagrado, então nunca aceitaremos o sacrifício que ele fez na cruz por nossos pecados. Se acreditarmos que ele é o único Filho de Deus, então poderemos acreditar Nele como nosso Salvador. Quando pararmos para agradecer a Deus pela nossa liberdade e por muitas outras bênçãos neste Dia da Independência, devemos lembrar como é importante confessar que Jesus é nosso Salvador.

©1999 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.

This article was written by Jim

-->
Menu