notify@childrensermons.com

José e o Casaco Colorido

Post 91 of 525

Texto: Gênesis 37:3,4; Filipenses 4:11

Material: um casaco colorido

Resumo: José aprendeu a confiar em Deus independente das circunstâncias.

O tempo está ficando mais frio. Alguns de nós estão usando blusas e casacos para se aquecer. Algumas pessoas deixam o tempo ditar como será o dia delas. Se o dia está ensolarado, elas ficam felizes e contentes. Se está chovendo e frio, elas ficam tristes e cabisbaixas. Mas pode-se dizer que outras pessoas carregam um brilho próprio o tempo todo. Independente de como está o tempo lá fora, elas escolhem ficar felizes. Independente das circunstâncias que a vida apresenta, elas acreditam em Jesus e seguem adiante com persistência. A Bíblia menciona isso no seguinte verso:

Não estou dizendo isso porque esteja necessitado, pois aprendi a adaptar-me a toda e qualquer circunstância. – Filipenses 4:11

Isso me lembra de uma história sobre José. Ele cresceu para se tornar um homem assim. Ele não era perfeito. A mãe dele, Raquel, morreu quando ele tinha 15 anos. Dois anos depois, o pai dele o encarregou de tomar conta dos rebanhos, apesar de José ter vários irmãos mais velhos. Ele era um dedo-duro quando os irmãos faziam coisas ruins. Eles não ficavam felizes com isso! Para piorar as coisas, o pai de José o tratou de forma especial, dando a ele um casaco bem colorido.

Ora, Israel gostava mais de José do que de qualquer outro filho, porque lhe havia nascido em sua velhice; por isso mandou fazer para ele uma túnica de diversas cores. Quando os seus irmãos viram que o pai gostava mais dele do que de qualquer outro filho, odiaram-no e não conseguiam falar com ele amigavelmente. – Gênesis 37:3,4

Até que um dia José teve um sonho. Ele disse a seus irmãos que sonhou que haveria um dia em que eles se curvariam diante dele e seriam seus servos. Então ele teve outro sonho. Ele disse ao pai e aos irmãos que um dia todos eles se curvariam diante dele. Os irmãos ficaram com mais inveja ainda. Até mesmo o pai se ressentiu com o que ele disse e falou isso para José.

Jesus disse: nem atirem suas pérolas aos porcos (Mateus 7:6). Uma das Leis de Murphy diz o mesmo: Nunca ensine um porco a cantar. É uma perda de tempo e deixa o porco irritado. Esses sonhos eram enviados por Deus para confortar e dar forças a José durante os tempos difíceis que ele enfrentaria mais tarde. José ficou tolamente orgulhoso com esses sonhos. Ele precisou aprender do jeito mais difícil que tudo o que temos vem de Deus, então devemos ser humildes e ficar agradecidos.

Bem, aquele casaco de diversas cores que expressava o favoritismo do pai por José fez com ele tivesse problemas com seus irmãos invejosos. Ele passou muitos anos na casa de Potifar como escravo. Ele foi acusado injustamente de um crime e foi colocado na prisão por treze anos. Eventualmente, depois desses anos vivendo de forma humilde, José foi exaltado a uma posição de honra junto ao faraó. Com esses bons e maus momentos, José aprendeu a ser feliz onde quer que estivesse e a ser a melhor pessoa possível com aquilo que Deus lhe dava. Ele aprendeu a confiar em Deus independente das circunstâncias.

©1997 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.

This article was written by Jim

-->
Menu