notify@childrensermons.com

Getsêmani

Post 164 of 525

Texto: Lucas 22:42-44; Marcos 14:32; João 18:1-6

Material: um pôster de Thy Will Be Done (Seja Feita a Vossa Vontade), de Danny Hahlbohm

Resumo: Quando Jesus se viu perante suas decisões mais importantes, ele rezou intensamente e continuou a seguir a vontade de Deus até o fim de sua vida.

Vocês já se viram diante de algum grande perigo? Já se perguntaram o que Deus gostaria que vocês fizessem? É nesses momentos que devemos rezar para Deus. Temos um belo exemplo do nosso Senhor Jesus.

Na noite antes de sua crucificação, Jesus estava correndo grande perigo. Judas, um dos doze discípulos, havia saído da Última Ceia e traído Jesus. Judas aceitou um suborno de trinta moedas de prata para contar aos padres onde eles poderiam encontrar Jesus e prendê-lo. Jesus foi ao jardim de Getsêmani, que ficava bem próximo a Jerusalém, para rezar. Ele estava muito triste. Naquele lugar foi travada uma das maiores batalhas que uma pessoa pode enfrentar sozinha.

(Leia Marcos 14:32] Quando estamos com problemas, devemos orar. Foi isso o que Jesus fez. Na verdade, ele rezou a mesma oração três vezes. Jesus rezou com tanta intensidade que seu suor até pingava no chão. (Leia Lucas 22:42-44] Jesus precisava escolher se deveria ou não seguir o plano de Deus e aceitar ser levado para morrer na cruz pelos nossos pecados. Esta foi a decisão mais difícil de todo o seu ministério. Ele precisaria carregar toda a nossa culpa e todos os pecados do mundo. Jesus disse que gostaria de não precisar seguir adiante com o plano, mas ele colocou seus desejos de lado para obedecer aos desejos de seu Pai, em nosso nome.

Jesus teve a coragem de seguir em frente. Ele estava disposto a fazer o que quer que Deus precisasse, até mesmo morrer na cruz pelos nossos pecados. Jesus poderia ter chamado mil anjos para protegê-lo dos guardas que viessem prendê-lo, mas ele deixou-se prender por um crime que não havia cometido.

Muitos soldados vieram com Judas e os padres, com tochas e espadas. Algumas pessoas dizem que havia centenas de soldados armados. Jesus podia vê-los cruzando o vale de Cedrom e teve tempo para fugir, mas ele já havia tomado sua decisão. Ele sofreria na cruz por nós. Vejam o quanto ele nos amava! Quando eles se aproximaram, Judas foi até Jesus e beijou-o no rosto, para os soldados saberem quem deveriam prender. Jesus deu um passo à frente e perguntou: A quem vocês estão procurando? Eles responderam: A Jesus de Nazaré. Jesus disse: SOU EU. A força invisível das palavras de Deus não havia sido tão grande desde que ele dissera essas mesmas palavras para Moisés, na Sarça Ardente*. A Bíblia diz que a resposta de Jesus foi tão poderosa que os soldados recuaram e caíram por terra. Então Jesus falou as condições de sua captura, dizendo que deveriam prender somente a ele e deixar seus seguidores partirem.

Hoje em dia Jesus ainda é um homem procurado. As pessoas ainda o procuram. Graças ao amor que demonstrou ter por nós no jardim de Getsêmani, ele ainda pode ser encontrado. Ele é o grandioso EU SOU o Filho do Deus vivo. Quando vocês estiverem enfrentando problemas, lembrem-se de seguir o exemplo de Jesus e rezem para que a vontade de Deus seja feita.

©1998 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.

* Ideia retirada da obra de Hal Lindsey: A Propehtic Walk Through the Holy Land (Uma Jornada Profética pela Terra Sagrada, sem tradução no Brasil) ©1983, publicada pela editora Harvest House Publishers.

This article was written by Jim

-->
Menu