Marta, Marta

Texto: Lucas 10:38-42

Material: O livro Não Faça Tempestade em Copo D’Água de Richard Carlson.

Resumo: A história de Marta sentada aos pés de Jesus demonstra que precisamos passar nosso tempo com Deus.

Este livro se chama Não Faça Tempestade em Copo D’Água. Vocês às vezes se preocupam com algo que não seja importante? Ou ficam tão ocupados que se esquecem de passar tempo com Deus? Às vezes ficamos ocupados brincando com nossos amigos. Outras vezes fazendo algo pessoal. Se não pararmos para ler a Bíblia ou rezar, podemos esquecer facilmente de Deus. Vocês sabiam que tem uma história na Bíblia sobre isso?

(Leia o texto).

Marta havia convidado Jesus para ir à casa dela. Quando os homens se sentavam para ouvir os ensinamentos de Jesus sobre Deus, as mulheres geralmente trabalhavam pela casa. Elas preparavam comida para os convidados, mantinham a casa arrumada e limpavam a mesa depois das refeições. Marta estava ficando nervosa porque Maria estava sentada ouvindo Jesus. Ela não estava ajudando com os afazeres de casa. Marta era muito trabalhadora. Ela estava cozinhando e colocando a mesa, então queria ajuda. Assim ela reclamou para Jesus e pediu que ele dissesse a Maria para ajudar. Ela não parou para pensar no que estava falando. Ela só sabia que não queria fazer tudo sozinha.

Jesus não disse a Maria nem a Marta o que deveriam fazer. Mas ele sabia que Marta estava preocupada, então tentou acalmá-la.Respondeu o Senhor: Marta! Marta! Você está preocupada e inquieta com muitas coisas. Ele prendeu gentilmente a atenção de Marta e disse que ela estava se preocupando e se aborrecendo com algo muito pequeno. Ele a orientou quanto ao que era importante.

Jesus, Maria e Marta
Jesus, Maria e Marta

Todavia, apenas uma [coisa] é necessária. Maria escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada. Jesus estava dizendo à Marta, uma mulher sempre tão ocupada, que Maria estava pensando em Deus. Maria estava sentada em silêncio aos pés de Jesus ouvindo seus ensinamentos sobre o Reino de Deus. Ela estava passando seu tempo com Jesus, não lavando a louça, cozinhando ou tirando o pó. Ela estava simplesmente passando um momento em silêncio com o Mestre. Jesus disse que ela havia tomado uma sábia decisão e que se beneficiaria com ela. Ela foi muito elogiada por passar algum tempo em silêncio com Deus.

Hoje, vamos nos lembrar de passar nosso tempo com Jesus. Podemos ler nossas Bíblias, rezar e louvar a Deus juntos. Mesmo quando estivermos bem ocupados, vamos tentar nos lembrar de que ainda é importante passar algum tempo com Deus.

©1997 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.
Marta

 

Caim e Abel

Texto: Gênesis 4:3-12; Hebreus 11:4
Sheep
Material: uma imagem de ovelhas

Resumo: A história de Caim e Abel demonstra que Deus exige sacrifícios e como devemos responder a isso.

Hoje quero contar a vocês sobre a história de Caim e Abel. Ela faz parte de Gênesis, o primeiro evangelho da Bíblia. Caim era o irmão mais velho. Ele era um fazendeiro ou agricultor (alguém que prepara a terra). Abel era o irmão mais novo. Ele era um pastor. A Bíblia diz que Caim trouxe uma oferenda de frutas. Talvez elas fossem as melhores frutas que Caim havia cultivado. Ele provavelmente estava muito orgulhoso de seu trabalho para cultivá-las, e as considerou dignas de serem oferecidas como sacrifício. Abel trouxe uma ovelha para o sacrifício. Ele também criou a ovelha com seu trabalho no campo.

Deus exige que para ser considerado um sacrifício a ovelha ou animal precisa perder a vida. Desde então Deus estava dando um exemplo de como seria o maior sacrifício de todos:  Jesus, o Cordeiro de Deus, e seu sacrifício na cruz.

Como aprendemos depois em Levítico 17:11:  Pois a vida da carne está no sangue, e eu o dei a vocês para fazerem propiciação por si mesmos no altar; é o sangue que faz propiciação pela vida. Deus estava nos mostrando que devido aos nossos pecados foi cobrado um preço extremamente alto para voltarmos a ter um bom relacionamento com Ele. Uma vida precisou ser sacrificada.

Agora, a maneira com que respondemos às ordens de Deus é chamada obediência. Ao obedecermos a Deus, mostramos que podemos ser chamados de seus filhos, assim como Abel. O irmão mais novo era “justo” porque ele obedecia a Deus. Quando desobedecemos a Deus causamos muita dor Nele e em nós mesmos. Essa dor é o pecado com o qual continuamos a conviver quando não seguimos as regras, assim como Caim. Quando não obedecemos nossos pais, geralmente temos problemas. Esse problema geralmente é seguido por algum tipo de medida disciplinar, como umas palmadas, por exemplo. E isso dói muito.

Caim não obedecia a Deus e por isso teve problemas. Ele ficou bravo porque sua oferenda de sacrifício não foi aceita, mas a de Abel foi. Ele ficou tão bravo que matou seu próprio irmão. Deus o puniu enviando-o à terra de Nod, isto é, condenando-o a vagar eternamente pela terra. Deus o amaldiçoou e fez com que fosse difícil para ele plantar qualquer coisa. Foi muito doloroso para Caim viver com isso.

Em Hebreus 11:4 lê-se: Pela fé Abel ofereceu a Deus um sacrifício superior ao de Caim. Pela fé ele foi reconhecido como justo, quando Deus aprovou as suas ofertas. Embora esteja morto, por meio da fé ainda fala. A morte de Abel foi terrível, mas com ela pudemos ver que Deus julgou o sacrifício do cordeiro aceitável para compensar nossos pecados.

Vocês podem mostrar que amam e obedecem a Deus obedecendo a seus pais (Efésios 6:1). Hoje, quando eles falarem para vocês fazerem algo, lembrem-se de que se obedecerem estarão obedecendo a Deus. Se obedecerem a Deus, mostrarão que podem ser chamados de filhos de Deus, assim como Abel. Mas se não obedecerem a Deus ou aos seus pais, então vocês terão problemas e causarão muita dor, assim como Caim.

©1997 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.

 

Ele Me Tocou

Texto: Marcos 1:40-45; Levítico 14:2-4; Salmos 103:3

Resumo: Jesus cura um leproso. Jesus tem o poder para curar todas as nossas doenças.

Material: imagem de um médico ou de um estetoscópio

Pouco depois do nascimento da nossa filha, minha esposa precisou ter sua vesícula removida. Nosso pastor nos visitou no hospital e nós rezamos por ela. O médico veio até a sala de espera depois de sair da cirurgia e nos disse que algumas das pedrinhas que se formaram passaram para outro órgão, o trato biliar, e precisariam ser removidas no dia seguinte. Eu me lembrei do salmo 103:3 e de que é o Senhor que cura todas as suas doenças. Mais uma vez, pedi para rezar com o nosso pastor e rezamos pela recuperação completa da minha esposa. Eu sabia que Jesus podia curar qualquer doença! Só precisava rezar com fé.

No dia seguinte o médico entrou na sala de espera depois de algumas horas na sala de cirurgia. O rosto dele estava pálido e ele parecia confuso. Ele explicou que tinha muitas radiografias (imagens do que tem dentro do nosso corpo) do dia anterior mostrando as pedras no trato biliar. Agora ele não podia fazer a cirurgia porque as radiografias mostravam que as pedrinhas haviam sumido completamente! Jesus havia feito a operação! Eu disse para o médico que ainda acreditava em milagres. Jesus é o Grande Médico que curou a minha esposa!

Olhando novamente para esse milagre, eu acredito que Deus fez isso não só para fortalecer a minha fé, mas também para que o médico pudesse ser testemunha. Hoje quero contar a vocês sobre uma pessoa que tinha uma doença terrível chamada lepra, que foi curada por Jesus.

(Leia Marcos 1:40-45).
Acts 10:38
Lepra é uma doença que causa feridas vermelhas redondas na pele da pessoa, e que pode causar cegueira e apodrecimento do nariz. Ela faz com que a pessoa pareça assustadora. Não é muito contagiosa, mas pode ser quando há contato próximo por um longo tempo. Deus abençoou Seu povo com cuidados médicos avançados milhares de anos atrás. Deus disse a Moisés como cuidar dos leprosos. Ele fez com que vivessem longe da cidade, em uma área separada. Isso é chamado de área em quarentena.

O leproso teve fé que Jesus poderia curá-lo e implorou para que o fizesse. Jesus tinha muito carinho e preocupação. Não nos dizem especificamente na Bíblia, mas eu aposto que Jesus se desviou de seu caminho para ir à colônia dos leprosos visitar os doentes. Hoje em dia, os cristãos vão até as pessoas com AIDS e outras doenças para cuidar delas assim como Jesus fez nessa passagem. Então Jesus fez algo que mais ninguém estava disposto a fazer. Ele tocou o leproso com a mão. As outras pessoas não chegavam nem perto dos leprosos, quanto mais tocar um. Elas tinham medo de pegar a doença.

Vocês podem imaginar como deve ter sido maravilhoso para o pobre homem sentir o toque de outra pessoa? Jesus disse: Seja purificado! Instantaneamente a lepra deixou o homem. Ele foi completamente curado pelas palavras que Jesus disse! Jesus não precisava tocá-lo, mas ele o fez mesmo assim, pois sabia o quanto isso significaria para aquele homem doente. Então Jesus ordenou que o leproso se mostrasse a um sacerdote para seguir a lei da purificação de um leproso. Jesus veio para cumprir a lei, não para passar por cima dela. Isso não só fortaleceu a fé do leproso, mas também serviu de testemunha aos sacerdotes. Os sacerdotes eram doutores da lei. Isso seria algo que “serviria de testemunho“. O homem ficou tão feliz por ter sido curado que rapidamente espalhou a notícia para todos que estavam por perto. Ele estava feliz de contar aos outros o quanto Jesus tinha feito por ele!

Sempre que ficarmos doentes, vamos lembrar de que Jesus pode curar qualquer coisa. Rezem pedindo para serem curados. E lembrem-se de agradecer a Jesus por curá-los. Assim como o leproso ficou feliz por ter sido curado, devemos sentir o mesmo e assim espalhar os grandes feitos que Deus realiza por nós.

©1999 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.
Tradução do texto da imagem:
Como Jesus de Nazaré foi ungido com o Espírito Santo e poder, andava fazendo o bem e curando a todos que foram oprimidos pelo diabo, pois Deus estava com Ele.

Escola Dominical

Piada: Pouco antes de dispensar as crianças para irem à igreja, uma professora de uma escola dominical perguntou: “E por que é preciso ficar em silêncio na igreja?”. Ana respondeu: “Porque as pessoas estão dormindo”.

Texto: Hebreus 10:23-25; 2 Timóteo 3:16-17

Material: Um livreto de alguma aula de uma escola dominical ou uma imagem de uma igreja

Resumo: É importante ir à igreja regularmente e estudar a Bíblia.

Hoje começa outro ano escolar da escola dominical. Isso significa que poderemos ter novos professores e novas salas de aula. E significa também que vocês estão crescendo. À medida que ficam mais velhos, Deus quer que vocês também fiquem mais instruídos sobre Ele.

Sabiam que Deus quer que vocês frequentem a igreja regularmente e aprendam mais sobre Ele na Bíblia? Ele quer. Deixem-me mostrar duas Escrituras a vocês.

(Leia Hebreus 10:23-25). Apeguemo-nos com firmeza à esperança que professamos, pois aquele que prometeu é fiel. E consideremos uns aos outros para nos incentivarmos ao amor e às boas obras. Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas procuremos encorajar-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês veem que se aproxima o Dia.

Essa passagem diz que devemos sempre estar dispostos a falar sobre Jesus para os outros. Ela diz que devemos amar e ajudar uns aos outros, para fazermos coisas boas. Uma das maneiras de fazer isso é nos reunindo regularmente para ir à igreja e estudar a Bíblia. Se não formos à igreja, perderemos a chance de nos ajudarmos a sermos pessoas melhores e melhores cristãos. Se não viermos para a escola dominical, não aprenderemos tudo o que poderíamos sobre Deus.

Aqui temos outra Escritura: (Leia 2 Timóteo 3:16-17). Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra.

A Bíblia diz que a Palavra de Deus é verdadeira do princípio ao fim. Ela também diz que se estudarmos a Bíblia aprenderemos a viver como Deus deseja. Ela nos dá o que precisamos para sermos os melhores que podemos ser para Deus.

Então vamos começar bem este ano litúrgico. Vamos planejar vir à igreja e à escola dominical regularmente e fazer parte da família de Deus.

©1998 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.

 

Arca da Aliança

Texto: Hebreus 9:2-5

Material: Uma imagem da menorá abaixo.

Resumo: Deus usava objetos que eram símbolos das coisas que estavam por vir na Arca da Aliança.

Hoje aprenderemos sobre como os israelitas louvavam a Deus quando estavam no deserto. Deus disse para Moisés construir um tabernáculo. Isso era uma tenda portátil que poderia ser guardada e carregada conforme Deus os conduzisse pelo deserto. Essa tenda era onde os sacerdotes iam para oferecer sacrifícios no altar. Era um lugar no qual Deus se encontrava com Moisés e Arão e mostrava a eles todas as leis que as pessoas deveriam seguir. Dentro da tenda havia um segundo véu, ou cortina, que velava o lugar mais sagrado de todos. Deus pediu que Moisés colocasse certos objetos nesse lugar especial.

Vocês conseguem adivinhar o que tinha lá? Vamos ler a Bíblia para descobrir. (Leia o texto).
menorah
Na parte da frente (o santuário) estavam a mesa com os pães da Presença e um candeeiro especial com sete braços alimentado por azeite chamado “menorá”. Deus usava objetos que nos contavam sobre Ele nos primeiros momentos de louvor realizados pelo Seu povo. Os pães da Presença eram uma oferenda especial que estava sempre presente [Êxodo 25:30]. Eles nos lembram de Jesus porque Ele disse em João 6:35 Então Jesus declarou: Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim nunca terá fome; aquele que crê em mim nunca terá sede. O candeeiro tinha sete luzes, representando os sete espíritos de Deus. Isso também nos lembra de Jesus, porque Ele disse em João 8:12 Falando novamente ao povo, Jesus disse: Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida.

Ark of the Covenant
Imagem da Arca da Aliança. (Graphic of Ark of Covenant ©1996 Karl Kofoed, Kofoed Design, usado com permissão).

Na parte da tenda que ficava atrás do véu, o Lugar Santíssimo, havia um altar de incenso que queimava continuamente, exalando um aroma doce por todo aquele local. A Bíblia diz que nossas orações são como um incenso de aroma doce que se eleva perante o Senhor. Em Salmos 141:2, lê-se Seja a minha oração como incenso diante de Ti [ver também Apocalipse 8:3-5]. A maior atração nesse segundo ambiente era a Arca da Aliança, porque era nela que Deus enviava Sua presença para conversar com Moisés. O que era a arca? Essa palavra significa baú. Era uma caixa de madeira coberta de ouro puro. Dentro dessa caixa, Moisés foi ordenado a colocar as Tábuas da Lei, as próprias tábuas de pedra nas quais os Dez Mandamentos foram escritos. Com o passar do tempo, outros itens foram colocados na arca, incluindo o vaso contendo o maná e a vara de Arão que floresceu.

Mais uma vez, Deus estava revelando mais e mais sobre Sua natureza e sobre o quanto Ele nos ama com cada item usado nas cerimônias de louvor. A lei significava que deveríamos ser obedientes a Deus. Jesus veio para cumprir a Lei, não para destruí-la. O maná lembrava as pessoas de que deveriam depender de Deus diariamente em suas vidas. Era um lembrete constante de que Deus fornecia de tudo para nós. A vara que floresceu mostrava que Deus escolhe quem Ele deseja para servi-Lo. Arão foi escolhido para ser um sacerdote diante de Deus. Deus ama cada um de nós e abençoa alguns para se tornarem padres ou sacerdotes. A vara era um símbolo de autoridade, e toda a autoridade está presente em Deus. Por fim, acima da arca ficava o assento de misericórdia. Os querubins ou anjos em cada extremidade ficavam de frente um para o outro e cobriam a arca com suas asas. Quão apropriado é ser chamado de assento de misericórdia, porque era aqui que Deus se encontrava com o Seu povo e perdoava seus pecados.

Pois Cristo não entrou em santuário feito por homens, uma simples representação do verdadeiro; ele entrou nos céus para agora se apresentar diante de Deus em nosso favor. (Hebreus 9:24). Assim como aquelas imagens tridimensionais que você olha até ver a imagem que está no fundo, quanto mais vocês estudarem o Velho Testamento, mais verão Jesus. Então vocês podem ver que em todos os objetos do santuário que Deus ordenou que Moisés fizesse, Ele estava criando uma imagem das coisas que estavam por vir. Ele estava nos mostrando a imagem de Jesus antes mesmo Dele vir à Terra. Na semana que vem aprenderemos mais sobre isso quando falarmos sobre o véu do templo e o motivo para ele ter servido como uma separação entre Deus e o homem.

©1997 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.

Tradução do texto da imagem acima:
A Arca da Aliança
Este desenho é estritamente baseado na tradução literal das descrições do Velho Testamento.

Fé Cega

Texto: Isaías 42:16; 2 Coríntios 5:7

Material: Imagem de uma pessoa cega com um cão guia

Resumo: Deus quer que dependamos Dele através da fé, assim como uma pessoa cega depende de seu cão guia.

Alguém pode me dizer o que temos aqui nesta imagem? [uma pessoa cega e um cachorro]. O que o cachorro está fazendo com essa pessoa? [guiando ela, porque ela não pode enxergar]. Vocês já se perguntaram como seria se vocês não pudessem enxergar?

(Leia Isaías 42:16). Conduzirei os cegos por caminhos que eles não conheceram, por veredas desconhecidas eu os guiarei…

O profeta Isaías previu que haveria um dia em que Deus lideraria Seu povo enviando Jesus como um jeito novo e vivo de segui-Lo. Jesus é o nosso guia. Muitas vezes somos como uma pessoa cega: não sabemos o que fazer para agradar a Deus. Podemos tentar agradá-Lo por conta própria e pensar em coisas legais para fazer. Mas Deus quer que confiemos Nele para nos guiar. A Bíblia fala sobre andar pela fé, isto é, confiando no Espírito Santo de Deus para nos guiar. Podemos rezar para Deus esperando que Ele responda.

(Leia 2 Coríntios 5:7). Porque vivemos por fé, e não pelo que vemos.

E se nos comportássemos como se realmente fossemos cegos espiritualmente? Se fôssemos completamente incapazes de saber o que fazer sem antes rezar, então criaríamos um relacionamento íntimo e dependente com Jesus. Deus quer que sejamos próximos Dele. É por isso que Jesus dá a todos os cristãos o poder do Espírito Santo, dentro de nós. Então da próxima vez que vocês virem uma pessoa cega, lembrem-se de que Deus quer que dependamos Dele pela fé, assim como os cegos confiam no cão guia para conduzi-los.

©1997 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.

 

Nascido e Firmado no Amor

Que Cristo habite no coração de vocês mediante a fé; e oro para que, estando arraigados e alicerçados em amor, vocês possam, juntamente com todos os santos, compreender a largura, o comprimento, a altura e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo que excede todo conhecimento, para que vocês sejam cheios de toda a plenitude de Deus. – Efésios 3:17-19

Texto: Efésios 3:17-19

Material: um ramo de eucalipto

Resumo: Deus quer que nos firmemos em Jesus para que possamos amar ao próximo.

Vejam o que eu trouxe hoje. Isso é um ramo de uma árvore de eucalipto. Recentemente eu precisei mover essa árvore que estava perto da minha casa para um lugar mais aberto do quintal. Eu fiz isso para que ela pudesse crescer até atingir seu tamanho máximo. Ela precisava de mais espaço e luz do sol. Alguns dias depois, ela teve um daqueles “choques” que as plantas têm quando são mudadas de lugar. As folhas perderam seu verde brilhante e algumas caíram. E o eucalipto também perdeu um pouco do seu cheiro doce. Minha esposa e eu precisamos fixá-lo com um pedaço de madeira e regá-lo para ajudá-lo a crescer novamente em seu novo lugar no jardim.

O apóstolo Paulo uma vez escreveu na Bíblia, em sua carta aos Efésios, sobre estarem arraigados e alicerçados em amor. Deus quer que estejamos arraigados em Jesus. É daí que conseguimos nossa habilidade de amar o próximo. Desde que estejamos com Jesus, podemos realizar grandes feitos por Deus, mas sem Ele não podemos fazer nada (João 15:5).

Nós podemos ajudar outras pessoas a se arraigarem em Jesus também. Podemos contar a elas sobre Ele. Podemos convidá-las para vir à igreja conosco. Podemos ser amigos delas sempre que precisarem passar por uma mudança em suas vidas. Vocês podem pensar em momentos em que quiseram ter um amigo? Como quando vocês foram para uma nova escola ou classe pela primeira vez. Ou quando a família de vocês se mudou para uma nova cidade. Outras pessoas também precisam desse amor que somente Jesus pode oferecer através de vocês. Como quando um avô ou avó se muda para uma casa de repouso. Ou quando um adolescente se muda de casa para a faculdade. Ou quando um marido muda de emprego. Todas essas mudanças significam que precisamos nos importar e ajudar os outros, assim como a árvore precisou de água e de um apoio para ajudá-la a crescer no lugar novo.

Vamos nos lembrar de ajudar os outros sempre que se mudarem para um novo lugar, porque como estamos arraigados e firmados em Jesus, podemos realizar grandes feitos por Deus.

©1997 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.

 

Dia do Trabalho

Trabalharás seis dias e neles farás todos os teus trabalhos, mas o sétimo dia é o sabá dedicado ao Senhor… Êxodo 20:9,10a

labordayTexto: Êxodo 20:9,10

Resumo: Deus criou o sabá para que os homens tivessem um dia para descansar do trabalho.

Alguém sabe que feriado teremos no primeiro dia do próximo mês? É o Dia do Trabalho. Isso mesmo. Deus criou o céu e a terra em seis dias, mas no sétimo dia Ele descansou. Ele nos deu um dos sete dias da semana para descansarmos. Ele fez isso para que não ficássemos muito cansados ou doentes por trabalharmos demais. É importante termos tempo para descansar. Assim podemos agradecer a Jesus por tudo o que Ele faz por nós. Também dá aos nossos corpos tempo para descansar, para nos mantermos saudáveis.
Em alguns países como Estados Unidos e Canadá, o Dia do Trabalho é comemorado na primeira segunda feira de setembro. Mas na maior parte do mundo ele é comemorado no dia primeiro de maio, em memória a São José Operário, o santo padroeiro dos trabalhadores. Esse feriado serve para homenagear todos os homens e mulheres que trabalham todos os dias. Ao trabalharem, eles ganham dinheiro para sustentar suas famílias. Eles também pagam impostos. O dinheiro coletado com os impostos é usado para comprar coisas que todos usam. Vocês podem pensar em algumas coisas que são compradas com o dinheiro dos impostos?

Algumas dessas coisas são estradas e pontes, escolas, prédios do governo, a polícia e as forças armadas, assim como várias outras coisas. Nós devemos agradecer por Jesus ter nos dado saúde e permitido que tivéssemos trabalhos importantes. Um dia vocês crescerão e começarão a trabalhar. Então vocês se juntarão às milhares de pessoas que trabalham duro, pagando seus impostos para que todos possam ter esses serviços tão importantes.

Oremos. Querido Deus, obrigado pelas pessoas que trabalham. Obrigado também por nos dar um dia de descanso para que possamos continuar fortes e saudáveis. Nós Te amamos. Oramos em nome de Jesus. Amém.

©1997 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.

End of Summer Sermons

This is a summary of the children’s sermons for the coming weeks at the end of summer.

As we near the end of summer the children’s sermons are about wisdom, faith, perseverance, and providence.

Jesus teaches with parables on the kingdom. He tells that people must act on the truth they understand in Seeds that Grow. He prophesies that evil will be removed from the world upon his return in Wheat and Weeds. Solomon makes a humble request to know right from wrong in Solomon’s Wisdom.  Jesus demonstrates that he can multiply our resources when we offer to him in faith in Feeding the 5000.  Peter shows we can do impossible things by faith if we keep our eyes on Jesus in Peter Walks on Water. Joseph perseveres through many years of hardships and learns to trust God no matter what his circumstances were in Joseph & the Colorful Coat.  God seeks to find the lost and makes his will known through Moses: Lost and Found.  Moses is called to serve God at the Burning Bush.

Água Viva

A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo. Quando poderei entrar para apresentar-me a Deus? – Salmos 42:2

Texto: João 7:37-39; Isaías 12:3

Material: um copo d’água

Resumo: Jesus entrega o Espírito Santo àqueles que acreditam nele. O Espírito Santo mata a nossa sede por Deus.
Olhem para este copo d’água. Vocês já tiveram sede? (Sim). Este copo d’água pode matar a sua sede agora, mas depois de um tempo você terá sede de novo. Nós precisamos de água fresca para viver. Provavelmente vocês moram perto de alguma fonte ou reservatório de água. Quando eu era novo, morava em uma pequena cidade que tinha muitos poços artesianos. Esse tipo de poço é aquele em que a pressão subterrânea impulsiona a água para cima, então ela jorra como uma fonte naturalmente. No pátio da minha escola eu podia parar e correr para tomar um gole d’água a qualquer momento. Era bom tomar um gole d’água fria e refrescante. Com o passar dos anos, alguns dos poços secaram. A nossa história bíblica de hoje é sobre uma fonte de água viva que nunca secará.

(Leia João 7:37-39).

Jesus estava na festa dos Tabernáculos em Jerusalém. Essa foi uma ocasião feliz. Todos estavam cantando e dançando. Eles se lembraram de como Deus cuidou deles quando moravam em tendas no deserto. Era costume tirar água da piscina de Siloé em todos os dias da festa e despejá-la como oferenda a Deus. Isso os lembrava de que Deus havia lhes dado água quando estavam com sede no deserto, de que Ele havia enviado água para suas colheitas e prometido que derramaria Seu Espírito nas pessoas com a vinda do Messias ou Enviado (ver Joel 2:28). Eles ouviram as palavras de Isaías 12:3, que diziam: Com alegria vocês tirarão água das fontes da salvação.

Foi apenas no último dia desta celebração que Jesus se levantou e disse em alta voz para que aqueles que estavam com sede fossem até ele e bebessem. As pessoas que escutaram Jesus entenderam o que ele estava dizendo. Jesus quer que nós entendamos também. Ele é o Enviado de Deus que foi destinado a nos livrar de nossos pecados e nos salvar. A água viva que Jesus nos dá é o Espírito Santo.

Depois que Jesus retornou ao céu, ele manteve sua promessa e enviou o Espírito Santo para aqueles que acreditavam nele. O Espírito Santo é uma inesgotável fonte de vida. O Espírito Santo que se encontra dentro de nós é o que Jesus quis dizer com rios de água viva (João 7:38). Nós ansiamos por Deus do fundo de nossas almas. Essa é a nossa sede por Deus. Deus mata essa sede ao enviar o Espírito Santo para viver dentro de nós quando acreditamos em Jesus.

Oremos. Querido Senhor Jesus, por favor, envie o Espírito Santo para ajudar estas crianças a segui-Lo em todos os dias de suas vidas. Amém.

©2003 por Jim Kerlin. Todos os direitos reservados.

Teach love and inspire all ages